Skip to content

Equipa

Bárbara Moreira

O percurso académico da Bárbara é em Gestão de Marketing. Trabalhou nesta área ao longo dos últimos 9 anos. 

Apaixonada pelos direitos humanos e questões sociais, Bárbara faz voluntariado desde os seus 16 anos em diferentes associações que ajudam crianças desfavorecidas e pessoas em situação de sem abrigo – um trabalho que continua até à data. 

A partir de uma ideia na qual tem trabalhado durante anos, fundou o projeto LAR – thinking globally acting locally. Surge da sua crença de que seria impossível não agir no momento em que a crise dos refugiados atingiu proporções históricas e do objetivo de criar uma vida digna e sustentável para migrantes e refugiados. 

Atualmente, é responsável de marketing de um grupo têxtil de dia e presidente não remunerada da direção da AIIR de noite.

Catarina Bento

A Catarina é licenciada e mestre em reabilitação psicomotora, com especialização em gestão e trabalho desenvolvido na gestão e coordenação de projetos de inovação e inclusão social. A sua missão é contribuir para resolver problemas sociais e a inclusão de pessoas está na base do trabalho que tem desenvolvido. 

É uma pessoa de pessoas e de causas, de luta pelos direitos humanos e pela sustentabilidade social e ambiental. O interesse pelo desenvolvimento do interior do país resulta de uma infância vivida numa aldeia que respira comunidade e da convivência mais regular nas aldeias do distrito da Guarda nos últimos 3 anos. Acredita nas pessoas e na mudança.

Juntou-se ao projeto LAR por reconhecer que este é um projeto que faz sentido, naquilo que consiste a luta pelos direitos humanos e a inclusão das pessoas, aliada ao desenvolvimento rural sustentável.

Vanessa Rei

É mestre em Psicologia, pós-graduada em Empreendedorismo Social e doutoranda de Estudos Interdisciplinares de Género. É natural da Guarda, mas o espírito aventureiro levou-a a viver e trabalhar em várias capitais europeias: exerceu voluntariado com pessoas sem-abrigo em Belfast, trabalhou com emigrantes portugueses no Consulado Geral de Portugal em Paris e em Londres fez parte de uma equipa de cuidadores de crianças vítimas de abuso sexual. Tem exercido na área da psicologia clínica, sobretudo direcionada para jovens e adultos.

Ghalia taki

A Ghalia é de Damasco, Síria, onde estudou Tradução Árabe-Inglês. Ao longo da sua vida profissional fez trabalho humanitário, tendo trabalhado na Cruz Vermelha na Síria no apoio a refugiados libaneses. Desde que veio para Portugal, Ghalia é mediadora e intérprete da organização JRS (Serviço Jesuíta para os Refugiados), onde trabalha há mais de quatro anos. 

Maria Furtado

Maria estudou ciências da comunicação e trabalhou como assistente de marketing e copywriter em organizações de diferentes setores, como o Marketing Digital, o Fintech, a Consultoria de Engenharia e a Estratégia de Marca.

Juntou-se ao LAR por acreditar em soluções viáveis e bem pensadas para os problemas humanos.

Miguel Serrão

Licenciado em engenharia florestal, com diversas pós-graduações nas áreas das ciências agronómicas e agropecuárias.

Desempenhou funções de direção técnica, operacional e administração executiva em empresas do setor. Foi dirigente associativo, dirigente no Ministério da Agricultura e assessor de diversos gabinetes governamentais. 

Desenvolveu para o projeto LAR trabalho de consultoria agrícola. Juntou-se ao projeto LAR por acreditar que a solução sustentável que o projeto oferece é uma forma de construir um mundo melhor.